corrupção Procuradoria-Geral de Israel confirma que vai denunciar Netanyahu

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 28/02/2019 16:41 Atualizado em:

Foto: Marc Israel SELLEM/AFP
Foto: Marc Israel SELLEM/AFP
A Procuradoria-Geral de Israel vai encaminhar denúncia contra o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu por corrupção, fraude e abuso de poder, segundo comunicado divulgado nesta quinta-feira. 

De acordo com as informações, o procurador-geral, Avichai Mandelblit, confirmou que tem a intenção de acusar o premiê, que conta com o direito de manter uma audiência prévia para apresentar sua defesa antes da abertura formal do processo.

Apesar desta informação ter sido antecipada há varias semanas, a decisão de Mandelblit pode mudar os resultados das eleições legislativas previstas para abril, o que ameaça o longo período de Netanyahu à frente do governo, onde está há 13 anos e busca a reeleição para um quinto mandato.

Netanyahu é investigado por tentar obter uma cobertura jornalística favorável no site Walla, do grupo comunicações Bezeq, em troca de vantagens governamentais, que podem ter gerado  centenas de milhões de dólares a maior empresa do setor em Israel.

O procurador-geral também pretende apresentar acusações contra Netanyahu por fraude e abuso de poder em outros dois casos. 

O partido do primeiro-ministro, Likud (conservador), classificou como "perseguição política" esta iniciativa da Procuradoria-Geral.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.