crise na venezuela Colômbia prorroga fechamento de passagens fronteiriças com a Venezuela

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 26/02/2019 08:35 Atualizado em:

Foto: Federico Parra / AFP
Foto: Federico Parra / AFP
A Colômbia prolongou por 24 horas o fechamento de quatro passagens fronteiriças com a Venezuela, enquanto repara os danos causados pela tentativa fracassada de introduzir a ajuda humanitária no país petroleiro, informou nesta segunda-feira (25) a autoridade migratória.

"Devemos garantir a prestação de um bom serviço e nisso estamos trabalhando com esforços redobrados. Na quarta-feira, 27 [de fevereiro], quando abrirmos novamente a passagem, não estaremos em 100%, mas não será uma desculpa para ser esta mão amiga que receba o povo venezuelano", indicou a autoridade imigratória colombiana em um comunicado.

As passagens fronteiriças Simón Bolívar, Francisco de Paula Santander, La Unión e Tienditas permanecerão fechados "salvo (em) casos de força maior, que serão analisados pela autoridade migratória colombiana de forma individual", detalhou.

A medida iniciou no sábado depois que voluntários mobilizados pelo líder opositor Juan Guaidó, reconhecido por meia centena de países como o presidente interino da Venezuela, tentaram entrar com carga de ajuda à Venezuela, apesar do fechamento disposto pelo governo de Nicolás Maduro, que considera o envio da assistência o prelúdio de uma invasão militar orquestrada por Washington.

Os opositores se confrontaram com forças chavistas. O dia de violência deixou centenas de feridos e provocou danos na infraestrutura de pontes internacionais. Além disso, obrigou Guaidó a ordenar o recuo dos manifestantes e da ajuda.

Os confrontos se estenderam até a segunda-feira, embora em menor escala.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.