governo Ministro britânico destaca avanços nas conversações sobre o Brexit

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 21/02/2019 09:01 Atualizado em:

Ministro britânico das Finanças, Philip Hammond. Foto: Daniel LEAL-OLIVAS / AFP
Ministro britânico das Finanças, Philip Hammond. Foto: Daniel LEAL-OLIVAS / AFP
As conversações sobre o Brexit entre Reino Unido e União Europeia (UE) registraram "avanços", afirmou nesta quinta-feira o ministro britânico das Finanças, Philip Hammond, apesar da ausência de perspectiva de solução até o momento para o grande problema, a fronteira irlandesa.

Desde a rejeição de seu acordo com Bruxelas em janeiro pelos deputados britânicos, a primeira-ministra Theresa May tenta reabrir as negociações com a UE para modificar de algum modo o texto.

Seu objetivo é obter "mudanças vinculantes" ao mecanismo conhecido "backstop", uma salvaguarda muito criticada no Reino Unido e concebida como último recurso para garantir que a fronteira entre a República da Irlanda e a província britânica da Irlanda do Norte permaneça aberta após o Brexit, previsto para 29 de março. "Estamos avançando nas discussões para assegurar uma garantia (...) da natureza temporária do backstop" ou "arranjos alternativos" suscetíveis de somar a maioria na Câmara dos Comuns, disse Hammond à BBC.

O Parlamento deve votar novamente em 27 de fevereiro sobre o rumo a seguir e se o governo ainda não tiver condições de apresentar uma nova versão do acordo de Brexit espera, ao menos, anunciar algo novo que permita ganhar tempo. "Poderia haver uma oportunidade de organizar uma nova votação na Câmara dos Comuns", disse Hammond. "Mas isto dependerá dos avanços nos próximos dias".

May também citou "progressos" na quarta-feira, após uma reunião em Bruxelas com o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker. Mas não conseguiu uma revisão do controverso "backstop". 

A primeira-ministra britânica se reunirá com os colegas europeus em uma reunião no domingo e na segunda-feira entre os países da UE e as nações da Liga Árabe na cidade egípcia de Sharm el Sheikh, recordou Hammond.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.