linchamento Paquistanês é apedrejado até a morte em prisão indiana

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 20/02/2019 12:19 Atualizado em:

Foto: AFP
Foto: AFP
Um homem paquistanês foi apedrejado até a morte por outros presos nesta quarta-feira em uma prisão na Índia, em meio a tensões entre Nova Délhi e Islamabad após um ataque a bomba na Caxemira indiana na semana passada.

O paquistanês linchado cumpria seu oitavo ano de prisão perpétua na penitenciária central de Jaipur (oeste), onde foi apedrejado até a morte após uma discussão, informou à AFP Kapil Garg, diretor-geral da Polícia de Rajasthan. Sua morte ocorreu enquanto na Índia aumenta o clamor por vingança contra o Paquistão, onde se encontra o grupo islâmico que perpetrou o ataque suicida em que 41 paramilitares indianos morreram. 

Região do Himalaia, cuja população é predominantemente muçulmana, reivindicada pela Índia e pelo Paquistão desde o fim da colonização britânica, em 1947, a Caxemira é dividida de fato entre estas duas potências nucleares do sul da Ásia.

A Índia há muito tempo acusa o Paquistão de apoiar diretamente a infiltração e a rebelião armada separatista na Caxemira, o que Islamabad sempre negou. 

Em maio de 2013, um prisioneiro paquistanês na Caxemira foi morto por seus companheiros de prisão em retaliação pela morte de um detento indiano em uma prisão paquistanesa.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.