conflito Mais de 16.000 migrantes repatriados em 2018 da Líbia a seus países

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 06/02/2019 16:07 Atualizado em:

Foto: Angelos Tzortzinis/AFP
Foto: Angelos Tzortzinis/AFP
Mais de 16.000 migrantes foram repatriados da Líbia em 2018 através do programa de retorno voluntário da Organização Internacional para as Migrações (OIM), anunciou à AFP o coordenador do programa.

Um total de "16.753 migrantes em situação irregular puderam retornar aos seus países de origem no ano passado", disse Juma Ben Hasan.

Trata-se, principalmente, de migrantes que tentaram, sem sucesso, atravessar o Mediterrâneo para chegar à Europa.

"De acordo com estatísticas da OIM, estes migrantes são provenientes de 32 países da África e da Ásia", acrescentou o coordenador, explicando que esses números não incluem os migrantes assistidos pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).

O ACNUR assinalou que 4.800 refugiados conseguiram deixar a Líbia desde setembro de 2017.

Em uma breve declaração, no início desta semana, o ACNUR disse que 56.600 refugiados ainda estão esperando para deixar a Líbia.

Durante o regime de Muammar Khaddafi, derrubado em 2011, milhares de migrantes atravessaram as fronteiras do sul da Líbia, que se estendem por 5 mil quilômetros, para tentar atravessar o Mediterrâneo em direção à Europa.

A partir de 2011 a situação se agravou, com os traficantes de pessoas aproveitando o caos no país para organizar, em troca de grandes somas de dinheiro, a travessia de milhares de pessoas da África ou da Ásia para a Itália, localizada a cerca de 300 km da costa líbia.

Numerosos migrantes, homens, mulheres e crianças interceptados ou resgatados no mar, estão em centros de detenção na Líbia sob condições muito difíceis e escolhem ser repatriados.

Várias organizações internacionais, incluindo o ACNUR, lamentam regularmente os maus-tratos sofridos pelos migrantes na Líbia.

 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.