venezuela Guaidó usa redes sociais para obter mais apoio na Venezuela

Por: Agência Brasil

Publicado em: 25/01/2019 08:02 Atualizado em:

Políticos norte-americanos postaram mensagens na conta pessoal do Twitter de Guaidó, como o senador Dick Durbin, informando sobre a disposição de prestar ajuda humanitária à população venezuelana. Foto: Arquivos / AFP
Políticos norte-americanos postaram mensagens na conta pessoal do Twitter de Guaidó, como o senador Dick Durbin, informando sobre a disposição de prestar ajuda humanitária à população venezuelana. Foto: Arquivos / AFP
O presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, usa as redes sociais de forma incansável para se comunicar com os diplomatas venezuelanos que estão no exterior e informá-lo que ele é o novo mandatário do país. Paralelamente, recebe mensagens de apoio de líderes políticos estrangeiros.

Políticos norte-americanos postaram mensagens na conta pessoal do Twitter de Guaidó, como o senador Dick Durbin, informando sobre a disposição de prestar ajuda humanitária à população venezuelana.
 
Na quinta-feira (24/1), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, informou por meio do secretário de Estado, Mike Pence, o repasse de US$ 20 milhões. O anúncio foi feito durante a sessão extraordinária da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Em 33 localidades, sobretudo em Caracas, segundo a organização não governamental Observatório Venezuelano de Conflito Social (OVCS), há manifestações contrárias ao governo do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, e confrontos com os agentes do Estado.

De acordo com a ONG, os registros de violência são contínuos. A entidade menciona também prisões arbitrárias e pressão. Ontem, a OVCS postou imagens de dois jovens que teriam sido baleados durante os protestos e mortos.

Ontem, durante a sessão extraordinária da OEA o secretário-geral da entidade, Luis Almagro, e vários dos presentes apelaram para o fim da violência nos protestos em cidades venezuelanas.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.