política Chefe do Parlamento se autoproclama 'presidente encarregado da Venezuela'

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 23/01/2019 15:34 Atualizado em:

Presidente do parlamento, Juan Guaidó - Foto:  Yuri CORTEZ/AFP
Presidente do parlamento, Juan Guaidó - Foto: Yuri CORTEZ/AFP
O presidente do Parlamento - de maioria opositora -, Juan Guaidó, se autoproclamou "presidente encarregado da Venezuela" com vistas a uma saída do poder do presidente Nicolás Maduro, ante uma multidão de seguidores em Caracas.

"Juro assumir formalmente as competências do Executivo Nacional como o presidente encarregado da Venezuela para conseguir o cessar da usurpação, um governo de transição e ter eleições livres", manifestou Guaidó da tribuna, com a mão erguida.

Mais cedo, o Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) venezuelano tinha determinado ao Ministério Público que investigasse criminalmente os integrantes do Parlamento, de maioria opositora, ao acusá-lo de usurpar as funções do presidente Nicolás Maduro, anunciou a corte.

"Exorta-se ao Ministério Público, ante a objetiva materialização de condutas constitutivas de tipos delitivos (...), para que de forma imediata proceda a determinar as responsabilidades dos integrantes da Assembleia Nacional", destacou o TSJ em uma declaração lida à imprensa.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.