eua Em meio a paralisação, Trump serve fast food para visitantes na Casa Branca

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 15/01/2019 11:02 Atualizado em:

Diante da insistência de um jornalista sobre sua rede de fast food favorita, Trump se esquivou. Foto: Saul Loeb/AFP
Diante da insistência de um jornalista sobre sua rede de fast food favorita, Trump se esquivou. Foto: Saul Loeb/AFP
"Pedimos fast food americana e sou eu que pago", disse nessa segunda-feira (14/1) o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ao receber a equipe de futebol americano universitário Clemson Tigers com pizzas e hambúrgueres, devido às limitações da paralisação parcial do governo federal. "É por causa da paralisação, como sabem (...). Muitos hambúrgueres e pizzas. Acredito que vão preferir isto do que tudo que poderíamos oferecer", declarou o presidente ao receber os atletas.

Diante da insistência de um jornalista sobre sua rede de fast food favorita, Trump se esquivou: "se você é americano, gosta disto, e todos aqui são americanos". Mas prefere McDonald's ou Wendy's?" - repetiu o jornalista. "Gosto de todos...", respondeu o presidente. "Só têm coisas boas, boa comida americana, e vai ser muito interessante ver o quando sobrou no final da tarde".

Trump recusa-se a assinar o orçamento para financiar o governo federal se não forem incluídos os recursos para pagar a construção do muro na fronteira com o México. No momento, ele ou os democratas não parecem dispostos a ceder nesta queda de braço, e o chamado "shutdown" já dura 24 dias, o mais longo da história americana.

A paralisação afeta cerca de 800 mil funcionários públicos, um quarto dos empregados federais, incluindo alguns integrantes do quadro funcional da Casa Branca.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.