manifestações Líderes populistas italianos defendem 'coletes amarelos' franceses

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 07/01/2019 16:02 Atualizado em:

Foto: BERTRAND GUAY / AFP
Foto: BERTRAND GUAY / AFP
Os dois líderes políticos do governo populista italiano expressaram, nesta segunda-feira (7), seu apoio aos "coletes amarelos" na França, regozijando-se com o nascimento desta "nova Europa", poucos meses antes das eleições europeias.

"Coletes amarelos, não enfraqueçam!", escreveu o vice-primeiro-ministro Luigi Di Maio, líder do Movimento Cinco Estrelas (M5S, antissistema), no blog deste movimento político nascido em 2009 da rejeição à velha classe política por parte dos italianos.

"Eu apoio os cidadãos honestos que protestam contra um presidente que governa contra o seu povo", declarou outro vice-premiê, Matteo Salvini, chefe da Liga, partido soberanista de extrema direita.

Salvini, que também é ministro do Interior, condenou com "total firmeza" a violência durante as manifestações dos coletes amarelos na França.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.