Armamento Ministro russo diz que novo míssil supersônico do país não pode ser abatido A arma estratégica foi testada na última quarta-feira e alcançou uma velocidade de 32.202 km/h

Por: AE

Publicado em: 28/12/2018 11:17 Atualizado em:

Foto: Roscosmos
Foto: Roscosmos
 
O vice-primeiro-ministro russo, Yuri Borisov, afirmou nesta quinta-feira, 27, que o míssil do sistema Avangard, a nova arma estratégica hipersônica da Rússia, testada na quarta-feira, alcançou uma velocidade de 32.202 km/h. "A esta velocidade, praticamente não há nenhum foguete antimíssil que possa abatê-lo", disse Borisov. 

Assim, segundo Moscou, o Avangard seria capaz de driblar o escudo de defesa dos Estados UNidos. A Rússia afirma que quer apenas "garantir sua segurança". O presidente Vladimir Putin supervisionou pessoalmente os últimos testes do sistema Avangard. A previsão é de que o equipamento passe a ser usado pelo país já em 2019. (Com agências internacionais).


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.