asilo Uruguai nega asilo a ex-presidente peruano Alan García Alan García fez o pedido de asilo alegando ser vítima de 'perseguição política'

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 03/12/2018 12:10 Atualizado em:

Foto: Foto: Alejandro Pagni/ AFP
Foto: Foto: Alejandro Pagni/ AFP
O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, anunciou nesta segunda-feira (3/12) que seu governo decidiu negar o pedido de asilo que o ex-presidente peruano Alan García apresentou.

Alan García fez o pedido de asilo alegando ser vítima de "perseguição política". Depois de analisar a documentação fornecida por Lima e pelo candidato ao asilo, o país optou por negar o pedido. "Em poucas palavras, não concedemos o pedido de asilo", disse Vazquez em entrevista coletiva, ao lado do ministro das Relações Exteriores do Uruguai, Rodolfo Nin Novoa.

Em função desta negativa, García deixou a embaixada uruguaia em Lima, informou o chanceler peruano, Néstor Popolizio.  "Eu recebi a informação do embaixador (uruguaio) Carlos Barros que (Alan García) já deixou a embaixada", informou Popolizio à rádio RPP em Lima. 

García, de 69 anos, pediu asilo na embaixada do Uruguai em 17 de novembro, depois que a justiça peruana proibiu sua saída do país por 18 meses, ampliando a investigação sobre supostas propinas pagas pela empresa brasileira Odebrecht para obter um contrato para construir uma linha do metrô de Lima em seu segundo mandato (2006-2011).


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.