reconciliação Coreias trocam tangerinas e cogumelos em sinal de reconciliação As tangerinas, uma raridade na Coreia do Norte, foram levadas a Pyongyang a partir da ilha meridional de Jeju, onde são produzidas, a bordo de quatro voos. Já os cogumelos - elemento chave das exportações norte-coreanas %u2014 foram enviados às famílias sul-coreanas separadas de parentes que vivem no Norte

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 12/11/2018 08:59 Atualizado em:

Foto: SUZANE DE OLIVEIRA, JULIEN BESSET / AFPTV / AFP
Foto: SUZANE DE OLIVEIRA, JULIEN BESSET / AFPTV / AFP
A Coreia do Sul enviou ao Norte 200 toneladas de tangerinas depois que Pyongyang presenteou o país vizinho com cogumelos, no mais recente gesto de conciliação entre os dois países, anunciou nesta segunda-feira (12/11) o governo sul-coreano.

Seul deseja uma aproximação de Pyongyang, que possui armamento nuclear. O governo dos Estados Unidos, aliado da Coreia do Sul, quer manter a pressão sobre a Coreia do Norte enquanto a desnuclearização não for concretizada.

As tangerinas, uma raridade na Coreia do Norte, foram levadas a Pyongyang a partir da ilha meridional de Jeju, onde são produzidas, a bordo de quatro voos. O último delese está previsto para esta segunda-feira.

As frutas foram entregues como resposta ao envio ao Sul de duas toneladas de cogumelos por parte do líder norte-coreano Kim Jong-un durante uma reunião de cúpula com o presidente sul-coreano Moon Jae-in em setembro, informou a presidência da Coreia do Sul.

Os cogumelos - elemento chave das exportações norte-coreanas — foram enviados às famílias sul-coreanas separadas de parentes que vivem no Norte.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.