política Pela primeira vez, a Etiópia terá uma mulher presidente Sahle-Work Zewde é a quarta pessoa a assumir a presidência do país desde a aprovação da Constituição de 1995

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 25/10/2018 08:31 Atualizado em:

Sahle-Work Zewde trabalhava como representante especial na União Africana (UA) do secretário-geral da ONU. Foto: EDUARDO SOTERAS / AFP
Sahle-Work Zewde trabalhava como representante especial na União Africana (UA) do secretário-geral da ONU. Foto: EDUARDO SOTERAS / AFP
O Parlamento da Etiópia designou nesta quinta-feira por unanimidade Sahle-Work Zewde como presidente do país, a primeira mulher a ocupar o cargo, principalmente honorário.

Sahle-Work Zewde, que fez carreira na diplomacia, é a quarta pessoa a assumir a presidência do país desde a aprovação da Constituição de 1995. O texto prevê que um presidente pode ser eleito para no máximo dois mandatos de seis anos.

Até agora ela trabalhava como representante especial na União Africana (UA) do secretário-geral da ONU, Antonio Guterres. Sua nomeação acontece após a renúncia do presidente Mulatu Teshome, que estava no cargo desde 2013.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.