assédio Homem detido por tocar seios de mulher durante voo dá Trump como exemplo Em uma gravação de áudio revelada durante a campanha eleitoral de 2016, Trump afirmou que poderia tocar os genitais das mulheres e escapar porque é famoso

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 24/10/2018 12:08 Atualizado em: 24/10/2018 12:11

Foto: Brendan Smialowski / AFP
Foto: Brendan Smialowski / AFP
Um homem detido por supostamente ter tocado os seios de uma mulher durante um voo se justificou à polícia afirmando que o presidente Donald Trump diz é OK tocar as partes íntimas das mulheres.

Em uma gravação de áudio revelada durante a campanha eleitoral de 2016, Trump afirmou que poderia tocar os genitais das mulheres e escapar porque é famoso. 

O fato aconteceu em um voo da Southwest Airlines no domingo, que seguia de Houston para Albuquerque, quando uma mulher, que não teve a identidade revelada, dormia e foi acordada por uma mão, de alguém que estava no assento de trás, tocando seu seio direito, segundo uma denúncia apresentada no tribunal do distrito de Novo México.

A mulher disse que acreditou que era um acidente, mas a mesma cena se repetiu 30 minutos depois. Ela enfrentou o homem, identificado como Bruce Alexander, e falou que ele deveria parar, de acordo com a queixa apresentada à justiça.

A tripulação mudou a mulher de lugar e o homem foi detido quando o avião pousou em Albuquerque.

Algemado e levado para uma viatura policial, o homem afirmou que "o presidente dos Estados Unidos diz que é OK agarrar as partes íntimas das mulheres", segundo o documento judicial.

Na gravação divulgada durante a campanha, Trump afirmou: " "Quando você é uma estrela, elas deixam você fazer. Você pode fazer qualquer coisa".  


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.