acordo nuclear Presidente francês defende junto a Trump a importância de tratado nuclear A conversa entre os dois líderes ocorreu no domingo, um dia depois de Washington anunciar sua intenção de retirar-se do tratado INF (Intermediate Nuclear Forces Treaty) sobre armas nucleares de médio alcance

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 22/10/2018 10:05 Atualizado em:

Foto: John Thys e Nicholas Kamm / AFP
Foto: John Thys e Nicholas Kamm / AFP
O presidente francês, Emmanuel Macron, defendeu junto a Donald Trump a importância do acordo sobre mísseis nucleares de alcance intermediário, do qual o presidente dos Estados Unidos decidiu retirar seu país, informou a presidência da França nesta segunda-feira (22/10).

Macron "lembrou a ele da importância deste tratado, em particular para a segurança europeia e nossa estabilidade estratégica", durante uma conversa telefônica, informou o Palácio do Eliseu em um comunicado.

A conversa entre os dois líderes ocorreu no domingo, um dia depois de Washington anunciar sua intenção de retirar-se do tratado INF (Intermediate Nuclear Forces Treaty) sobre armas nucleares de médio alcance.

O tratado INF foi assinado em 1987 pelo último líder da URSS, Mikhail Gorbachev, e o então presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan.

O governo Trump reclama da implantação, por Moscou, do sistema de mísseis 9M729, cujo alcance, segundo os Estados Unidos, ultrapassa os 500 km, violando assim o texto do INF. A Rússia chamou o anúncio de Trump de "um passo muito perigoso", enquanto a Alemanha lamentou a decisão dos Estados Unidos.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.