atentado Vários mortos em ataque à reunião da Otan no Afeganistão Três norte-americanos ficaram feridos na troca de tiros, segundo a Otan

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 18/10/2018 11:26 Atualizado em:

Várias pessoas foram mortas e outras ficaram feridas em um tiroteio nesta quinta-feira dentro do palácio do governador da província de Kandahar, na presença do comandante das forças da Otan no Afeganistão, informaram autoridades locais. O Talibã assumiu a responsabilidade pelo ataque e afirmou que o alvo era o chefe de polícia de Kandahar, que acabou sendo morto.

A reunião contou com a presença do comandante das forças da Otan no Afeganistão, o general americano Scott Miller, que não ficou ferido, segundo comunicado do porta-voz da missão da Otan, coronel Knut Peters. Três norte-americanos ficaram feridos na troca de tiros, segundo a Otan.

"O chefe de polícia de Kandahar, general Abdul Raziq, foi morto", declarou à AFP uma autoridade da segurança em Kandahar. "Seis dos seus guarda-costas e dois membros do serviço de inteligência afegão ficaram feridos", acrescentou a fonte.

De acordo com o centro de apoio à mídia no Afeganistão, o NAI, um jornalista também teria sido morto no tiroteio. Um funcionário do hospital de Kandahar disse à AFP que vários altos funcionários haviam ingressado na sala de emergência. Ele não pôde fornecer mais detalhes imediatamente.

Um fotógrafo correspondente da AFP estava presente na reunião entre o general Miller e o general Raziq antes do ataque. "Assim que saí do prédio, o tiroteio começou", ele testemunhou. As forças de segurança isolaram os arredores do palácio.

Eleições legislativas estão programadas para o sábado no Afeganistão, e as forças de segurança estão em alerta enquanto o Talibã e o Estado Islâmico (EI) anunciaram que vão realizar ataques.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.