estados unidos Preso ex-dirigente da federação de ginástica dos EUA A prisão ocorreu logo depois de ele ser condenado por adulterar documentos, na tentativa de encobrir crimes ligados ao caso de abuso sexual de Larry Nassar

Por: Agência Brasil

Publicado em: 18/10/2018 08:44 Atualizado em:


Há três semanas, Steve Penny foi indiciado por um grande júri por adulterar provas. Foto: MARK WILSON/AFP
Há três semanas, Steve Penny foi indiciado por um grande júri por adulterar provas. Foto: MARK WILSON/AFP
O ex-dirigente da Federação de Ginástica dos Estados Unidos, Steve Penny, foi preso em Gatlinburg, Tennessee (EUA).

A prisão ocorreu logo depois de ele ser condenado por adulterar documentos, na tentativa de encobrir crimes ligados ao caso de abuso sexual de Larry Nassar, no centro de treinamento de ginástica Karolyi Ranch, no Texas.

Larry Nassar é médico da Seleção norte-americana de ginástica.

As informações estão nos sites e jornais do Texas, nos Estados Unidos, e também de emissoras internacionais de televisão.

Há três semanas, Penny foi indiciado por um grande júri por adulterar provas.

Ele está detido na prisão do condado de Sevier, enquanto aguarda extradição para Walker, no Texas.

Se condenado pelo crime de terceiro grau, Penny pode pegar até 10 anos de prisão e pagar multa de US$ 10 mil.

Nassar foi o médico da seleção norte-americana e enfrenta seis acusações de ginastas olímpicas por abuso e assédio sexual. Simone Biles, campeã norte-americana, que disse ter sido vítima do médico. O ex-integrante da federação de ginástica cumpre pena no Michigan.

No Brasil, também há denúncias de abusos sexuais envolvendo integrantes de várias modalidades esportivas. O assunto virou tema de debates no Congresso Nacional em busca de providências para resguardar os atletas.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.