Comércio UE diz que trabalha com EUA e Japão para atualizar o livro de regras da OMC Segundo ela, um exemplo que necessita de mudanças são os desafios colocados pela economia estatal da China, o que leva a subsídios industriais maciços e transferência forçada de tecnologia

Por: AE

Publicado em: 15/10/2018 13:28 Atualizado em:

Foto: Reprodução/ Pixabay
Foto: Reprodução/ Pixabay
A comissária de comércio da União Europeia, Cecilia Malmström, disse nesta segunda-feira que o bloco está trabalhando com os EUA e o Japão para cooperar e atualizar o livro de regras da Organização Mundial do Comércio (OMC).

Segundo ela, um exemplo que necessita de mudanças são os desafios colocados pela economia estatal da China, o que leva a subsídios industriais maciços e transferência forçada de tecnologia. "Aqui precisamos de novas regras. Os EUA e a UE concordam com a definição dos problemas aqui, mas nem sempre nas soluções", disse Malmström, acrescentando que a UE está preparada para negociar e encontrar soluções.

"Encontramos um plano para defender a OMC. A UE tem muita experiência, através dos seus 28 membros estados, em encontrar compromissos e soluções. Precisamos modernizar e salvar a OMC de três maneiras", afirmou a comissária.

De acordo com ela, primeiro é necessário salvar o mecanismo de solução de controvérsias. "Ele nos serviu bem e tem servido bem aos EUA". Em segundo lugar, "devemos melhorar o trabalho do dia-a-dia da organização, torná-la mais transparente, mais eficiente", disse. E em terceiro lugar, Malmström apontou ser necessários atualizar o livro de regras para enfrentar os desafios do século.

"Escrevemos as regras para a OMC há mais de 20 anos. Funcionou, funcionou bem, mas é claro que eles precisam ser modernizadas, pois é assim que vamos garantir o futuro da OMC, e os benefícios do comércio para outra geração".


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.