migrantes ONGs enviam barco humanitário para ajudar migrantes no Mediterrâneo O anúncio foi feito um dia depois do Aquarius, o maior navio humanitário ativo no Mediterrâneo, retornou ao porto de Marselha depois de perder a bandeira panamenha

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 04/10/2018 12:07 Atualizado em:

Foto: Maud VEITH / SOS MEDITERRANEE / AFP
Foto: Maud VEITH / SOS MEDITERRANEE / AFP
Um barco humanitário fretado por várias associações e organizações humanitárias, com bandeira da Itália, patrulha o Mediterrâneo perto da costa da Líbia para ajudar os migrantes que tentam a travessia, anunciou nesta quinta-feira (4/10) a ONG alemã Sea-Watch.

"Voltamos ao mar, para vigiar e desafiar a política europeia que permite que as pessoas se afoguem", escreveu no Twitter a Sea-Watch, uma das associações que fretou a embarcação. O anúncio foi feito um dia depois do Aquarius, o maior navio humanitário ativo no Mediterrâneo, retornou ao porto de Marselha depois de perder a bandeira panamenha.

O novo barco, "Mare Jonio", zarpou na quarta-feira do porto italiano de Augusta, leste da Sicília. Como não tem muita capacidade para resgatar e transportar pessoas, se dedicará a detectar embarcações e vigiar a região, após denúncias de naufrágios não confirmados em setembro. A embarcação se unirá ao "Astral", veleiro da ONG  espanhola Proactiva Open Arms, que zarpou da Espanha há alguns dias para uma missão similar. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.