peru Justiça peruana anula indulto humanitário para ex-presidente Fujimori Em dezembro, o então presidente Pedro Pablo Kuczynski concedeu o indulto humanitário a Fujimori. Porém, o magistrado entendeu que a decisão carece de informações jurídicas

Por: Agência Brasil

Publicado em: 04/10/2018 08:59 Atualizado em:

O ex-presidente foi condenado a 25 anos de prisão pelos massacres em La Cantuta e Barrios Altos e pelos sequestros do empresário Samuel Dyer e do jornalista Gustavo Gorriti. Foto: Luka GONZALES / AFP
O ex-presidente foi condenado a 25 anos de prisão pelos massacres em La Cantuta e Barrios Altos e pelos sequestros do empresário Samuel Dyer e do jornalista Gustavo Gorriti. Foto: Luka GONZALES / AFP
O Supremo Tribunal Federal do Peru anulou nesta quinta-feira (3/9) o indulto humanitário concedido ao ex-presidente Alberto Fujimori (1990-2000). A decisão foi anunciada pelo juiz Hugo Núñez Julca, do Tribunal de Investigação Preliminar da Suprema Corte. Fujimori deverá voltar à prisão.

O Twitter do Judiciário informou que o juiz também emitiu ordens de localização e prisão de Fujimori para que o ex-presidente volte a cumprir pena na penitenciária da Polícia Nacional de Ate, em Lima.

Em dezembro, o então presidente Pedro Pablo Kuczynski concedeu o indulto humanitário a Fujimori. Porém, o magistrado entendeu que a decisão carece de informações jurídicas.

Com o indulto, Fujimori pôde recuperar a liberdade, depois de pouco mais de 12 anos de prisão. O ex-presidente foi condenado a 25 anos de prisão pelos massacres em La Cantuta e Barrios Altos e pelos sequestros do empresário Samuel Dyer e do jornalista Gustavo Gorriti.

*Com informações da Andina, agência pública de notícias do Peru


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.