Tensão Trump diz que permitiu que assessor cooperasse com investigação sobre Rússia Mueller investiga se pessoas ligadas a Trump se aliaram com a Rússia para interferir na eleição presidencial de 2016

Por: AE

Publicado em: 19/08/2018 09:31 Atualizado em:

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou na noite do sábado ter permitido que um conselheiro da Casa Branca, Don McGahn, cooperasse com uma investigação sobre a suposta interferência da Rússia na eleição americana. O jornal The New York Times informou que McGahn e o advogado dele, William Burck, mostraram-se perplexos com a disposição do presidente para permitir a cooperação no caso.

Em mensagem no Twitter, Trump afirmou que seu governo tem compromisso com a transparência e negou qualquer conluio com os russos. McGahn passou 30 horas concedendo entrevistas voluntárias a investigadores liderados por Robert Mueller, segundo uma pessoa ligada ao caso. Também no sábado, Burck disse em comunicado que respondeu a todas as questões de maneira honesta, como qualquer funcionário federal deve fazer.

Mueller investiga se pessoas ligadas a Trump se aliaram com a Rússia para interferir na eleição presidencial de 2016. O presidente e o governo russo negam qualquer ação nesse sentido. Cerca de 50 membros e ex-membros do governo foram entrevistados na apuração do tema.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.