Embate Trump volta a criticar Turquia e diz que não irá pagar por libertação de pastor Desde o fim da semana passada, Trump tem pressionado o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, para a libertação do pastor Andrew Brunson

Por: AE

Publicado em: 16/08/2018 21:26 Atualizado em:

Foto: AFP (Foto: AFP)
Foto: AFP
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a criticar a Turquia nesta quinta-feira (16) e afirmou que seu governo não irá pagar pela libertação do pastor Andrew Brunson, a quem chamou de "pastor cristão maravilhoso" e que pretende "gastar menos" com Ancara.

"A Turquia aproveitou dos EUA por muitos anos. Eles, agora, estão segurando o nosso maravilhoso pastor cristão, a quem eu devo pedir, agora, que represente nosso país como um grande refém patriota. Não iremos pagar nada pela libertação de um homem inocente, mas iremos gastar menos com a Turquia", escreveu o presidente americano em seu perfil no Twitter.

Desde o fim da semana passada, Trump tem pressionado o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, para a libertação do pastor Andrew Brunson, preso em meio à repressão durante a tentativa de golpe militar na Turquia há dois anos. O governo Trump já impôs sanções sobre algumas autoridades turcas e, de acordo com o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, mais penalidades podem ser impostas até que Brunson seja libertado. Também na semana passada, Trump anunciou a imposição de mais tarifas sobre o aço e o alumínio turcos.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.