Inclusão Hallquist é a primeira candidata trans em eleição ao governo do estado nos EUA Em 6 de novembro, ela enfrentará o republicano Phil Scott, atual governador de Vermont, nas eleições gerais

Por: Diario de Pernambuco

Por: Agência Brasil

Publicado em: 15/08/2018 14:33 Atualizado em: 15/08/2018 14:55

Eleições de 2018 fazendo história. A empresária Christine Hallquist será a primeira candidata transexual a disputar um cargo de governador nos Estados Unidos. Ela foi nomeada na terça-feira (14), pelo Partido Democrata, após vencer as primárias estaduais em Vermont. 

"Vermont se tornou uma luz de esperança para todo o país", disse Christine. "Isso é o que chamo de expandir nosso compasso moral e é isso que representamos hoje." Em 6 de novembro, ela enfrentará o republicano Phil Scott, atual governador de Vermont, nas eleições gerais.

A empresária ficou conhecida na imprensa local quando decidiu, há cinco anos, fazer a mudança de gênero. Deixou para trás a antiga identidade e, aos 48 anos, se assumiu como transgênero para a mulher, os três filhos e funcionários da empresa de uma concessionária de energia que comandava.

Engenheira de formação, Christine procurou destacar na campanha sua bem sucedida trajetória como executiva e diretora da empresa - que lidera a produção de energia renovável no país. No programa de governo, ela prometeu igualdade, melhores serviços de educação, saúde e internet de alta velocidade para todos.

Participação

A participação de pessoas transgêneros nas eleições de meio-termo nos Estados Unidos – que serão realizadas em novembro - já é a maior da história norte-americana. Pelo menos 43 candidatos apresentaram-se na fase das primárias dos partidos para vagas em nível municipal, estadual e federal.

A maioria dos candidatos transgênero é independente ou do partido Democrata, de acordo com um levantamento do Instituto de Saúde Pública da Universidade de Harvard.




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.