Ford celebra 10 milhões de Mustang vendidos Para comemorar este marco na história do carro que tem o nome dos cavalos selvagens do oeste dos Estados Unidos, a Ford recorreu à nostalgia.

Publicado em: 09/08/2018 08:58 Atualizado em:

As comemorações ocorrem em um momento-chave para a Ford, quando as vendas do Mustang caem nos Estados Unidos mas crescem no exterior. Foto: JEFF KOWALSKY / AFP
As comemorações ocorrem em um momento-chave para a Ford, quando as vendas do Mustang caem nos Estados Unidos mas crescem no exterior. Foto: JEFF KOWALSKY / AFP
O Mustang, carro cult e símbolo da cultura americana, chegou aos 10 milhões de exemplares vendidos nesta quarta-feira, o que motivou uma grande festa na sede da Ford, em Michigan.

As comemorações ocorrem em um momento-chave para a Ford, quando as vendas do Mustang caem nos Estados Unidos mas crescem no exterior, em mercados como China e Alemanha.

Para comemorar este marco na história do carro que tem o nome dos cavalos selvagens do oeste dos Estados Unidos, a Ford recorreu à nostalgia.

Bob Herrlis, que na época era um adolescente e hoje se tornou um estudioso da história do automóvel, lembra do lançamento do Mustang: "as pessoas ficaram entusiasmadas com este carro (...) que representava a liberdade".

O primeiro Mustang foi apresentado na primavera boreal de 1964, em Nova York.

Em janeiro passado, a Ford exibiu uma edição limitada de seu modelo Bullitt Mustang, cujo nome é inspirado no famoso filme de 1968 no qual Steve McQueen percorria as ruas de San Francisco dirigindo um Mustang.

"O Mustang é o cupê esportivo mais vendido na Alemanha e nos Estados Unidos", recordou nesta quarta-feira o diretor da Ford, Jim Hackett.

- História de amor

"Não posso pensar em outro automóvel nacional que não seja o Mustang para contar a história de amor dos americanos com os carros", disse à AFP John Heimann, historiador do automóvel da Universidade de Dayton, em Ohio.

Na festa desta quarta-feira, a Ford exibiu o primeiro Mustang vendido no planeta, que permanece com seu comprador original.

Proprietários de Mustang participaram de um percurso de 30 km entre a sede do grupo, em Dearborn, subúrbio de Detroit, e a fábrica de Flat Rock, onde os novos carros esportivos são montados.

"Fazem parte da minha vida há muito tempo", disse Mike Magri, proprietário de cinco Mustang, enquanto esperava para participar do desfile.

Os Mustang serão em breve os únicos sedãs da Ford produzidos nos Estados Unidos, além de um modelo do Focus. Todos os demais veículos são pick-ups, 4x4 e SUVs.

A Ford vendeu apenas 81.000 Mustang em 2017 nos EUA (0,5% do mercado), segundo a Autodata, mas o esportivo seduz cada vez mais o público estrangeiro.

Desde que começou a ser exportado, em 2015, o Mustang é o carro esportivo mais vendido no mundo.        

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.