Segurança OEA estuda envio de comissão para investigar atentado na Venezuela No último dia 4, durante as comemoração dos 81 anos da Guarda Nacional em Caracas, enquanto Maduro discursava, houve um barulho intenso devido à destruição de drones carregados com explosivos

Por: Agência Brasil

Publicado em: 09/08/2018 08:52 Atualizado em:

As autoridades venezuelanas alegam foi um atentado contra o presidente Maduro e envolve 19 pessoas. Foto: Reprodução/Internet
As autoridades venezuelanas alegam foi um atentado contra o presidente Maduro e envolve 19 pessoas. Foto: Reprodução/Internet
O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, recomendou que o órgão examine a possibilidade de criação de uma comissão de especialistas internacionais para investigar o suposto atentado contra o presidente de Venezuela, Nicolás Maduro. No Twitter, Almagro classificou o governo Maduro de “ditadura”.

“Dada a falta de credibilidade da ditadura da Venezuela e ao uso de tortura para incriminar, é necessário nomear uma Comissão de Especialistas Internacionais para  investigar circunstâncias do atentado a Maduro", disse Almagro na rede social.

No último dia 4, durante as comemoração dos 81 anos da Guarda Nacional em Caracas, enquanto Maduro discursava, houve um barulho intenso devido à destruição de  drones carregados com explosivos. A informação foi divulgada pelo ministro da Comunicação e Informação da Venezuela, Jorge Rodríguez.

As autoridades venezuelanas alegam foi um atentado contra o presidente Maduro e envolve 19 pessoas, com apoio de colombianos e norte-americanos. As autoridades dos Estados Unidos e da Colômbia negam quaisquer envolvimentos.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.