Crime Homens roubam joias da família real da Suécia e escapam de barco Os objetos estavam, segundo as normas de segurança, em uma vitrine equipada com alarme, de acordo com a nota oficial

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 01/08/2018 11:30 Atualizado em:

Os ladrões levaram duas coroas e um orbe (uma joia que representa um globo terrestre com uma cruz) pertencentes ao ornamento funerário de Charles IX. Foto: AFP PHOTO /
Os ladrões levaram duas coroas e um orbe (uma joia que representa um globo terrestre com uma cruz) pertencentes ao ornamento funerário de Charles IX. Foto: AFP PHOTO /
Dois homens roubaram várias joias pertencentes à família real da Suécia em uma catedral e fugiram com as peças em um barco, anunciaram nesta quarta-feira as autoridades do país.

Os ladrões entraram na terça-feira na catedral de Strängnäs, a 100 quilômetros de Estocolmo, e levaram algumas relíquias do século XVII.

"A polícia procurou os culpados durante toda a noite, sem sucesso", afirmou uma fonte policial.

Os ladrões levaram duas coroas e um orbe (uma joia que representa um globo terrestre com uma cruz) pertencentes ao ornamento funerário de Charles IX, rei da Suécia e Finlândia de 1604 a 1611, e de sua esposa, a rainha Christina, informaram os diretores da catedral em um comunicado

Os objetos estavam, segundo as normas de segurança, em uma vitrine equipada com alarme, de acordo com a nota oficial.

As joias têm um valor inestimável, segundo a polícia.

"Não sabemos o valor dos objetos roubados, mas integram um tesouro nacional", afirmou à AFP Stefan Dangardt, porta-voz da polícia sueca.

"É simplesmente impossível vender estes objetos, podemos fazer perguntas sobre as intenções dos ladrões", afirmou Maria Ellior, comandante da unidade de crimes culturais e patrimoniais da polícia sueca.

Uma testemunha, Tom Rowell, declarou ao jornal Aftonbladet que viu quando os dois homens saíram correndo da catedral e subiram em um pequeno barco branco.

Na catedral de Strängnäs foram sepultados Charles IX e suas duas esposas, a princesa Maria e a rainha Christina.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.