Morre Sergio Marchionne, homem que transformou a Fiat Pouco depois de saber da notícia, a Câmara dos Deputados da Itália fez um minuto de silêncio em homenagem

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 25/07/2018 09:25 Atualizado em:

Sergio Marchionne, o empresário ítalo-canadense dirigiu a Fiat Chrysler (FCA) por 14 anos. Foto:ALBERTO PIZZOLI / AFP
Sergio Marchionne, o empresário ítalo-canadense dirigiu a Fiat Chrysler (FCA) por 14 anos. Foto:ALBERTO PIZZOLI / AFP
Sergio Marchionne, o empresário ítalo-canadense que dirigiu a Fiat Chrysler (FCA) por 14 anos, faleceu - anunciou o Exor, grupo empresarial da família Agnelli, nesta quarta-feira (25).

"Com grande tristeza, Exor soube da morte de Sergio Marchionne", aos 66 anos, informou o grupo em um comunicado.

"Infelizmente, aconteceu o que temíamos. Sergio Marchionne, o homem, o amigo, se foi. Acho que a melhor maneira de honrar sua memória é continuar construindo sobre o legado que deixa para nós, cultivar seus valores de humanidade, responsabilidade e abertura moral", afirmou o presidente do Exor, John Elkann, neto de Gianni Agnelli, figura histórica da Fiat.

Pouco depois de saber da notícia, a Câmara dos Deputados da Itália fez um minuto de silêncio em homenagem a Marchionne, hospitalizado desde final de junho em Zurique, após se submeter a uma cirurgia no ombro.

Marchionne sofreu várias complicações pós-operatórias. Na sexta, seu estado de saúde se deteriorou bruscamente, levando a Fiat a fazer uma reunião de emergência com a cúpula da empresa para substituí-lo nos postos executivos que tinha no grupo.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.