Cisjordânia Adolescente palestino é morto a tiros por soldados israelenses Os militares israelenses dispararam contra os manifestantes

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 23/07/2018 07:15 Atualizado em:

Mizher foi morto por um disparo israelense durante confrontos no campo de refugiados de Dheisheh,  na Cisjordânia ocupada . Foto: Reprodução/Internet
Mizher foi morto por um disparo israelense durante confrontos no campo de refugiados de Dheisheh, na Cisjordânia ocupada . Foto: Reprodução/Internet
O adolescente palestino Arkan Mizher, de 15 anos, morreu por disparos de soldados israelenses nesta segunda-feira (23), perto de Belém, na Cisjordânia ocupada - anunciou o Ministério palestino da Saúde.

Mizher foi morto por um disparo israelense durante confrontos no campo de refugiados de Dheisheh, acrescentou o Ministério.

O Exército israelense confirmou que seus soldados haviam retornado para esse campo para deter dois "suspeitos", sem confirmar a morte do adolescente. "Durante uma operação, registrou-se uma violenta reação de palestinos que lançaram pedra, artefatos incendiários e granadas contra os soldados", afirmou o Exército israelense em um comunicado.

Os militares israelenses dispararam contra os manifestantes, completou a nota. O campo de Dheisheh faz parte da zona da Cisjordânia que, em tese, encontra-se sob controle total da Autoridade Palestina presidida por Mahmud Abbas.

O Exército israelense realiza, porém, frequentes incursões à área com o objetivo de deter "suspeitos", gerando confrontos com os jovens palestinos.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.