Alívio Resgatado adolescente que ficou perdido nove dias em mina da Bolívia No dia 10 de julho, o jovem entrou na mina com um grupo de amigos para extrair estanho

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 19/07/2018 19:49 Atualizado em:

Foto: Franck Fife / AFP
Foto: Franck Fife / AFP
Policiais e trabalhadores de minas resgataram nesta quinta-feira (19) um adolescente de 14 anos, que permaneceu nove dias perdido dentro de uma mina na Bolívia, informou a polícia da região andina de Oruro, ao sul de La Paz.

O chefe da polícia regional, César Raña Pomier, informou à imprensa local que o menino "permaneceu por um período de nove dias dentro da mina" onde foi localizado por um grupo de socorristas que o tiraram "completamente desidratado e fraco após tantos dias" no local.

Na terça-feira (10), Emanuel Castro havia entrado com um grupo de amigos em uma mina no povoado de Huanuni para extrair estanho, segundo o chefe de polícia. Castro se machucou e ficou na mina em completa escuridão, acrescentou Raña Pomier. Segundo a versão policial, o jovem tentou deixar a mina, mas provavelmente ficou desorientado. A mina tem várias rotas que impediram um resgate imediato. 

Ángel Castro, pai do jovem resgatado, disse à rádio privada Erbol que seu filho havia entrado na mina com um pouco de comida e dois litros de refresco que o ajudaram a sobreviver.  "Saiu desnutrido, mas com vida. Não tinha forças, estava chorando, estava escuro", disse Ángel Castro.

Na Bolívia é comum que adolescentes e até crianças trabalhem informalmente em minas para contribuir financeiramente com suas famílias.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.