Encontro Trump diz ter deixado claro para Putin que não tolerará interferência eleitoral A entrevista vem após a reunião do presidente americano e Putin em Helsinque, na segunda-feira

Por: AE

Publicado em: 19/07/2018 07:06 Atualizado em:

Trump disse que aceitou a conclusão da comunidade de inteligência dos EUA de que a interferência do Kremlin realmente ocorreu. Foto: Reprodução/Internet
Trump disse que aceitou a conclusão da comunidade de inteligência dos EUA de que a interferência do Kremlin realmente ocorreu. Foto: Reprodução/Internet
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou em entrevista à rede de TV americana CBS News que disse ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, que Washington não irá tolerar interferência eleitoral no futuro. "Eu deixei ele saber que não podemos ter isso. Nós não vamos ter e é assim que vai ser."

A entrevista vem após a reunião de Trump e Putin em Helsinque, na segunda-feira, e após declarações ambíguas de Trump sobre se ele concorda com relatórios das agências de inteligência americanas de que a Rússia interferiu na eleição presidencial de 2016. Nesta terça-feira, Trump disse que aceitou a conclusão da comunidade de inteligência dos EUA de que a interferência do Kremlin realmente ocorreu.

Questionado se considera Putin pessoalmente responsável, Trump disse à CBS que "eu o consideraria, porque ele está no comando do país".


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.