Diálogo Nada de ruim sairá de reunião com Putin e talvez saia algo bom, diz Trump O americano comentou sobre o assunto em uma entrevista à emissora CBS que será veiculada hoje e amanhã

Por: Agência Estado

Publicado em: 15/07/2018 10:13 Atualizado em:

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que vai com "expectativas baixas" para a reunião com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, amanhã, em Helsinque, na Finlândia. "Nada de ruim vai sair disso (do encontro), e talvez saia algo bom disso", comentou o americano em extratos de uma entrevista à emissora CBS que será veiculada hoje e amanhã.

Sobre a meta que ele perseguiria no diálogo com o russo, Trump respondeu que informaria ao repórter após a reunião. "Reunir-se é uma boa coisa. Acredito em reuniões", disse o presidente dos EUA. "Ter reunião com a Rússia, com a China, com a Coreia do Norte? Acredito nisso. Nada de ruim vai sair disso, e talvez saia algo bom disso."

Questionado sobre se pediria a Putin a extradição dos 12 agentes russos indiciados pela Justiça americana por hackear computadores do Comitê Nacional Democrata (DNC, na sigla em inlgês) e da campanha presidencial da democrata Hillary Clinton em 2016, Trump disse que não havia pensado sobre essa possibilidade, mas poderia fazê-lo e "certamente" perguntará ao ocupante do Kremlin sobre o tema.

"Mas, de novo, isso foi durante o governo (do democrata Barack Obama), eles fizeram o que quer que eles tenham feito durante o governo Obama", contrapôs Trump. "Ouvi que havia pessoas tentando hackear o RNC (Comitê Nacional Republicano, na sigla em inglês), também, mas que nós tínhamos defesas muito melhores."

E, ainda sobre o episódio de interferência russa na mais recente eleição dos Estados Unidos, completou: "Acho que o DNC deveria estar envergonhado por permitir que fosse hackeado porque tinham defesas ruins."

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.