Direitos Humanos Grupo de menores imigrantes denuncia EUA por condições de detenção A alegação é de que as autoridades "estão causando grave dano" aos jovens imigrantes ilegais, ao retê-los em condições similares às de uma prisão

Publicado em: 30/06/2018 12:24 Atualizado em:

Foto: Alexander Gottschalk/ Bundeswehr
Foto: Alexander Gottschalk/ Bundeswehr

Cinco menores imigrantes detidos denunciaram o governo dos Estados Unidos (EUA) por causa das políticas e práticas que, em sua opinião, está empregando de maneira ilegal para prolongar a detenção e atrasar a reunificação com suas famílias.
 
A denúncia foi apresentada hoje (30) no juizado federal do Distrito Central da Califórnia e conta com o apoio de organizações como o Centro Nacional de Direito Juvenil e o Centro para os Direitos Humanos e o Direito Constitucional. Naturais da Guatemala, de Honduras, El Salvador e do México, os denunciantes, que chegaram aos EUA entre 2017 e 2018, asseguraram que as autoridades "estão causando grave dano" aos jovens imigrantes ilegais, ao retê-los em condições similares às de uma prisão.
 
O processo sustenta ainda que os jovens estão recebendo potentes remédios sem seu consentimento e sem "uma supervisão prudente".



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.