MORTES Equador envia delegação para identificar corpos na Colômbia Suspeita é de que três funcionários do jornal El Comércio, que viajavam à fronteira para fazer reportagem sobre as Farc, tenham sido mortos pelos dissidentes das Forças Armadas Revolucionárias

Por: Agência Estado

Publicado em: 22/06/2018 14:10 Atualizado em:

Foto: El Comercio / Facebook
Foto: El Comercio / Facebook
Uma delegação do Equador, formada por autoridades, famílias e jornalistas do jornal El Comércio, viajou para a Colômbia para identificar os corpos encontrados na fronteira entre os dois países. A suspeita é que três funcionários do El Comércio tenham sido mortos por dissidentes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Os três corpos podem pertencer aos equatorianos Javier Ortega (jornalista), Paúl Rivas (fotógrafo) e Efraín Segarra (motorista). Eles viajaram para a fronteira entre Colômbia e Equador para fazer uma grande reportagem sobre os episódios de violência envolvendo as Farc na região.

Porém, os três foram capturados em 26 de março e há informações, ainda não confirmadas oficialmente, que podem ter sido mortos por grupos armados dissidentes das Farc.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.