Presidente Crime cresce na Alemanha desde que país passou a aceitar imigrantes, diz Trump Trump tem sido alvo de críticas dentro e fora dos EUA pelo fato de que autoridades americanas passaram a separar crianças e adultos imigrantes ilegais detidos

Por: Agência Estado

Publicado em: 19/06/2018 14:59 Atualizado em:

Na argumentação de Trump, os democratas 'são o problema' na questão imigratória. Foto: Saul Loeb/ Afp
Na argumentação de Trump, os democratas 'são o problema' na questão imigratória. Foto: Saul Loeb/ Afp
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira que o crime tem aumentado na Alemanha, após o país permitir a entrada de dezenas milhares de imigrantes. Ele usou a suposta alta como argumento por um maior controle fronteiriço em seu país, no momento em que o assunto ganha espaço na agenda política em Washington. "O crime na Alemanha sobe mais de 10% (as autoridades não querem reportar esses crimes) desde que os imigrantes foram aceitos. Outros países estão ainda piores. Seja inteligente, EUA!", afirmou Trump em sua conta oficial no Twitter. "Se você não tem fronteiras, você não tem um país."

Em maio, o Ministério do Interior da Alemanha informou que o índice de criminalidade local recuou em 2017 ao nível mais baixo desde 1992, com uma queda de 5% na comparação com 2016. Trump não cita qual a fonte para o suposto aumento de mais de 10%.

Na argumentação de Trump, os democratas "são o problema" na questão imigratória. A oposição "não se importa" sobre o crime e os imigrantes ilegais, que "infestam nosso país", argumentou. Segundo ele, membros de gangue, como a Mara Salvatrucha (MS-13), com atuação na América Central e nos EUA, se beneficiam das políticas imigratórias "terríveis" da oposição, que teriam como objetivo conseguir potenciais eleitores.

Trump tem sido alvo de críticas dentro e fora dos EUA pelo fato de que autoridades americanas passaram a separar crianças e adultos imigrantes ilegais detidos. Os democratas têm exigido que as famílias não sejam separadas e mesmo alguns republicanos têm criticado o expediente. O presidente americano diz que o tema não avança porque a oposição se recusa a aprovar uma reforma imigratória, que para Trump precisa incluir a construção de um muro na fronteira com o México.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.