INTERNACIONAL Trump é acusado pela Justiça de usar sua fundação para fins pessoais O presidente americano enfrenta uma ação que exige sua dissolução, a restituição de 2,8 milhões de dólares e o pagamento de multas

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 14/06/2018 14:54 Atualizado em: 14/06/2018 14:57

Foto: Nicholas Kamm/AFP Photo
Foto: Nicholas Kamm/AFP Photo

O presidente americano, Donald Trump, foi acusado pela Procuradoria de Nova York, nesta quinta-feira (14/6), de usar sua fundação para fins pessoais e enfrenta uma ação que exige sua dissolução, a restituição de 2,8 milhões de dólares e o pagamento de multas.

Trump já reagiu e chamou o processo de "ridículo".

A ação foi movida pelo Estado de Nova York contra o presidente Donald Trump e seus filhos pela suposta "persistente conduta ilegal" na fundação de sua família por mais de uma década.

De acordo com o documento, Trump usava os ativos da fundação para pagar seus advogados, promover seus hotéis e negócios e comprar artigos pessoais.

O texto acusa a Fundação Donald J. Trump "de persistente e extensa coordenação política com a campanha presidencial, de repetidas e intencionais transações entre empresas do mesmo grupo em benefício dos interesses pessoais e empresariais de Trump e de violações das obrigações legais básicas para fundações sem fins lucrativos".

A ação reivindica a restituição de US$ 2,8 milhões, o fechamento da fundação, além da proibição a Trump, por um período de dez anos, de atuar no conselho diretor de qualquer outra instituição beneficente de Nova York.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.