DIREITOS Milhares de pessoas participam na Parada Gay de Tel Aviv Israel é o país mais avançado da região em termos de direitos para os LGTB, inclusive dentro do exército

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 08/06/2018 10:16 Atualizado em:

Foto: Julien Bahloul / Twitter
Foto: Julien Bahloul / Twitter
Dezenas de milhares de pessoas se reuniram nesta sexta-feira na praia de Tel Aviv para para participar na que já é considerada a maior Parada Gay do Oriente Médio.

Música, trajes de lantejoulas e balões invadiram as ruas da cidade, que há 20 anos alimenta a imagem de um oásis de tolerância em relação à comunidade LGTB.

As bandeiras de arco-íris ondeavam nos cafés, lojas e barracas da cidade, centro econômico de Israel que, desde o final de maio, acolhe milhares de turistas que viajaram especialmente para a ocasião.

"Eu já me sinto em casa", comenta Jimmy Chan, de 39 anos, procedente da China. "Ver este desfile em um país tão religioso faz com que nos sintamos mais unidos como comunidade", acrescentou.

Os organizadores esperavam receber tantos participantes quanto os da edição 2017, quando desfilaram 200 mil pessoas.

Israel é o país mais avançado da região em termos de direitos para os LGTB, inclusive dentro do exército. Mas uma parte da comunidade, contrária à ocupação israelense dos Territórios Palestinos, denuncia que Israel use a causa para conquistar uma boa imagem.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.