atentado Bombardeios noturnos na cidade síria de Idlib matam 38 civis Cinco crianças estão entre as vítimas desses bombardeios, que também deixaram 60 feridos, segundo o OSDH

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 08/06/2018 09:50 Atualizado em:

Foto: Omar Haj Kadour / AFP
Foto: Omar Haj Kadour / AFP
Pelo menos 38 civis morreram na província síria de Idlib, em bombardeios noturnos atribuídos à aviação da Rússia, aliada do governo sírio - aponta um novo balanço divulgado pelo Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

Os ataques tiveram como alvo a localidade de Zardana, controlada por rebeldes e por extremistas nesta província do noroeste do país, segundo o OSDH. O balanço anterior era de 18 mortos.

Cinco crianças estão entre as vítimas desses bombardeios, que também deixaram 60 feridos, segundo o OSDH. Um correspondente da AFP comprovou que se formou uma cratera em meio a prédios de dois, ou três, andares em ruínas. Os civis ajudavam os socorristas a retirarem os corpos sepultados de sob os escombros.

A maior parte da província de Idlib é controlada pelos jihadistas do Hayat Tahrir al-Sham, uma coalizão dominada pelo ex-braço da Al-Qaeda na Síria.

Desde que a Rússia interveio na Síria em 2015 para apoiar o governo, Damasco conseguiu reconquistar quase metade do território nacional. Mais de 350 mil pessoas morreram no país desde o início da guerra em 2011.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.