acidente aéreo Acidente de avião deixa dez mortos no Quênia Destroços foram recuperados nesta quinta (7) de manhã ao norte de Nairóbi

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 07/06/2018 09:29 Atualizado em:

George Kivindyo, diretor da SAX, empresa proprietária do avião que ficou desaparecido com 10 pessoas a bordo. Foto: STR / AFP
George Kivindyo, diretor da SAX, empresa proprietária do avião que ficou desaparecido com 10 pessoas a bordo. Foto: STR / AFP

Os dez passageiros do avião desaparecido dos radares na terça-feira (5), no Quênia, morreram no acidente - anunciaram o CEO da empresa Fly-Sax e o Ministério dos Transportes, acrescentando que os destroços foram recuperados nesta quinta (7) de manhã ao norte de Nairóbi.

"Infelizmente, de acordo com as informações de que dispomos, não há sobreviventes", declarou à imprensa o secretário de Estado encarregado dos Transportes, Paul Maringa.

"As famílias dos passageiros e da tripulação foram avisados e, em nome do Ministério, nós estamos realmente arrasados com essa questão muito triste e apresentamos nossas mais sinceras condolências às famílias enlutadas", acrescentou.

"Não há sobreviventes no recente acidente" de um dos nossos aparelhos, disse à imprensa o CEO da companhia aérea, Charles Wako.

Hoje pela manhã, um helicóptero mobilizado para as buscas encontrou o Cessna por volta das 6h45 (00h45 em Brasília), perto da localidade de Njabini, ao sudoeste da cadeia de montanhas dos Aberdares.

Com oito passageiros e dois membros da tripulação a bordo, o avião decolou de Kitale (oeste) na terça-feira, pouco depois das 16h locais e desapareceu às 17h20 das telas dos radares do aeroporto internacional de Nairóbi, seu destino final.

As buscas se complicaram pelas condições meteorológicas desfavoráveis e, em especial, pela baixa visibilidade. Nesse período corresponde ao fim da longa temporada de chuvas, ainda há temporais.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.