EUA Estado norte-americano processa Facebook e Google por propaganda política Lei do estado de Washington determina que entidades que vendem espaços publicitários para mensagens políticas devem 'manter informação sobre quem compra anúncios'

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 05/06/2018 10:01 Atualizado em:

Foto: PixelKut / Creative Commons
Foto: PixelKut / Creative Commons
O estado de Washington anunciou nesta segunda-feira (5) que iniciou ações judiciais contra Google e Facebook por violarem uma lei estadual sobre propaganda política.

A lei em questão determina que entidades que vendem espaços publicitários para mensagens políticas, como os dois gigantes tecnológicos, devem "manter a informação sobre quem compra" tais anúncios e colocar estes dados à disposição do público, destaca um comunicado do procurador-geral do Estado, Bob Ferguson. 

Segundo a justiça estadual, Google e Facebook têm violado esta determinação há alguns anos.

Candidatos e grupos políticos pagaram aproximadamente 3,4 milhões de dólares em publicidade ao Facebook e, 1,5 milhão ao Google na última década, segundo Ferguson. 

A lei "se aplica a todos, seja ao jornal de uma pequena cidade ou a uma grande empresa", disse Ferguson. As pessoas "têm o direito de saber quem paga a propaganda política". 

A propaganda política se tornou um tema sensível nos Estados Unidos após as acusações de interferência russa - por meio das redes sociais - nas eleições presidenciais de 2016. Facebook e Google já prometeram mais transparência sobre que financia estas mensagens. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.