98 mortos desde abril Violência fez mais 11 mortos na quarta na Nicarágua O Centro Nicaraguense de Direitos Humanos (CENIDH) detalhou em um relatório preliminar que os confrontos na quarta-feira fizeram 11 mortos por armas de fogo e 79 feridos

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 31/05/2018 13:25 Atualizado em:

Foto: Diana Ulloa / AFP
Foto: Diana Ulloa / AFP
Violentos protestos na Nicarágua deixaram pelo menos 11 mortos na quarta-feira (30), após confrontos entre grupos de oposição e de partidários do governo, informou nesta quinta-feira um órgão de direitos humanos, elevando a 98 o número de vítimas fatais desde 18 de abril.

O Centro Nicaraguense de Direitos Humanos (CENIDH) detalhou em um relatório preliminar que os confrontos na quarta-feira fizeram 11 mortos por armas de fogo e 79 feridos nas cidades de Manágua, León e Masaya.

"Os agressores foram a polícia repressiva e as forças de choque" que respondem ao presidente Daniel Ortega e sua esposa e vice-presidente Rosario Murillo, segundo o relatório do CENIDH.

Durante os incidentes, as instalações da estação de rádio oficial Radio Ya e de uma cooperativa de crédito rural foram incendiadas, enquanto a fachada do estádio nacional de beisebol foi destruída.

O canal de oposição 100% Noticias e as estações de transmissão da rádio, em León, também foram atacados, informaram seus donos.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.