• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Ataques Premier britânica diz que não havia alternativa ao uso da força na Síria Theresa May declarou neste sábado que medida foi tomada para degradas as capacidades de armas químicas

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 14/04/2018 08:56 Atualizado em:

Chefe de estado britânica afirma que medida era única alternativa. Foto: Simon Dawson / AFP
Chefe de estado britânica afirma que medida era única alternativa. Foto: Simon Dawson / AFP
A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse neste sábado que não havia "alternativa prática" ao uso da força na Síria, ao anunciar que o Reino Unido se uniu à França e aos Estados Unidos para lançar ataques contra a Síria.

"Esta noite autorizei as Forças Armadas britânicas a realizar bombardeios coordenados e dirigidos para degradar as capacidades de armas químicas do regime e impedir seu uso".

"Não havia uma alternativa prática ao uso da força para reduzir ou impedir a utilização de armas químicas por parte do regime sírio. Não se trata de intervir em uma guerra civil. Não se trata de mudar o regime. Se trata de ataques limitados e seletivos que não representam uma escalada das tensões na região e visam fazer o possível para evitar a morte de civis".

Para a primeira-ministra britânica, estes ataques "enviarão um sinal claro a qualquer outro que pense em utilizar armas químicas impunemente".

"Esta é a primeira vez que como primeira-ministra tenho que adotar a decisão de levar nossas forças armadas ao combate e não foi algo decidido de forma impulsiva".

"Fiz isto porque acredito que esta ação está orientada pelos interesses nacionais britânicos".

 

[SAIBMAIS]



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.