• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Relação UE tomará ações retaliatórias se tarifas dos EUA não forem evitadas, diz Merkel Apresentando a nova agenda do governo em Berlim, Merkel disse que a sua gestão entrará em negociações com os EUA assim que assumir o país nesta semana

Por: AE

Publicado em: 12/03/2018 10:13 Atualizado em:

 Ela reiterou, no entanto, que, caso não seja possível, a União Europeia irá considerar uma resposta à altura. Foto: Moritz Hager/WORLD ECONOMIC FORUM (Foto: Moritz Hager/WORLD ECONOMIC FORUM)
Ela reiterou, no entanto, que, caso não seja possível, a União Europeia irá considerar uma resposta à altura. Foto: Moritz Hager/WORLD ECONOMIC FORUM


A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse nesta segunda-feira que prefere acabar com a disputa comercial sobre as tarifas dos Estados Unido com conversas em vez de medidas retaliatórias. Ela reiterou, no entanto, que, caso não seja possível, a União Europeia irá considerar uma resposta à altura.

"Se essas ações unilaterais não puderem ser evitadas, então nós iremos, é claro, considerar como responder reciprocamente. Mas, por ora, colocamos ênfase nas conversas e haverá muitas oportunidades pra isso", afirmou a chanceler.

Apresentando a nova agenda do governo em Berlim, Merkel disse que a sua gestão entrará em negociações com os EUA assim que assumir o país nesta semana. 

Na última quinta-feira, o presidente Donald Trump assinou um decreto impondo tarifas de 25% sobre a importação de aço e de 10% sobre a de alumínio, a entrarem em vigor em 15 dias. 

A UE já avisou que se o bloco não for isento das tarifas, irá colocar 2,8 bilhões de euros de impostos sobre alguns produtos americanos, desafiar a medida na Organização Mundial do Comércio (OMC) e tomar medidas para proteger as indústrias europeias. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.