• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Internacional Primeiro ministro australiano reforça que deve receber isenção tarifária dos EUA

Por: Agência Estado

Publicado em: 10/03/2018 09:24 Atualizado em: 10/03/2018 09:26

Foto: Arquivo/AFP Photo
Foto: Arquivo/AFP Photo

O primeiro ministro da Austrália, Malcolm Turnbull, reforçou neste sábado o entendimento de que os EUA devem conceder isenção de suas novas tarifas sobre as importações de aço e alumínio ao país. "Fiquei muito satisfeito que o presidente pode confirmar que ele não teria que impor tarifas ao aço e alumínio australiano", disse o primeiro ministro a jornalistas.

Nesta semana, Trump isentou o Canadá e o México do imposto de 25% sobre o aço e de 10% para o alumínio e disse que os aliados dos EUA teriam 15 dias para negociar possíveis isenções.

Na sexta-feira (9), depois de um telefonema com Turnbull, Trump afirmou, em sua conta no Twitter: "Trabalhando muito rapidamente em um acordo de segurança para que não tenhamos que impor tarifas sobre aço ou alumínio em nosso aliado, a grande nação da Austrália!" O presidente norte-americano salientou que Turnbull está empenhado em ter uma "muito justa e recíproca" relação militar e comercial. 

Em resposta na mesma rede social, Turnbull agradeceu Trump "por confirmar que as novas tarifas não terão de ser impostas ao aço e alumínio australianos - bom para os empregos na Austrália e nos EUA". Segundo ele, o comércio entre os dois países é justo e recíproco e as duas nações não têm aliados mais próximos. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.