• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Acidente China recupera dois corpos e a caixa preta de petroleiro iraniano O navio-tanque pegou fogo em 6 de janeiro depois de se chocar com um navio mercante chinês

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 13/01/2018 11:50 Atualizado em:

O navio-tanque "Sanchi", com 136.000 toneladas de petróleo iraniano, pegou fogo em 6 de janeiro depois de se chocar com um navio mercante chinês

A China recuperou neste sábado a caixa preta e dois corpos de marinheiros do navio petroleiro iraniano que está em chamas há uma semana diante de seu litoral, indicou o ministério dos Transportes.

O navio-tanque "Sanchi", com 136.000 toneladas de petróleo iraniano, pegou fogo em 6 de janeiro depois de se chocar com um navio mercante chinês. O acidente aconteceu 300 km a leste da cidade chinesa de Xangai.

A bordo estavam 32 membros da tripulação - 30 iranianos e dois bengaleses. No total, três corpos foram recuperados até agora. O resto dos tripulantes continua desaparecidos.

Segundo a fonte, os novos corpos foram encontrados em um bote salvavidas.

"Depois de recuperar a caixa preta, os socorristas tentaram ter acesso à área inferior do barco, mas a temperatura era de 89 graus Celsius e não puderam entrar", assinala o comunicado do ministério.

No total, 13 navios participam nas operações de resgate.

O petrolero de bandeira panamenha se dirigia para a Coreia do Sul. Pertence à National Iranian Tanker Company (NITC), que administra a frota de navios petroleiros do Irã.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.