• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
sustentabilidade SpaceX lança foguete reciclado O foguete Falcon 9 decolou de Cabo Canaveral, na Flórida, levando o satélite Echostar 105/SES-11

Publicado em: 11/10/2017 21:23 Atualizado em:

Foto: SpaceX/AFP Photo
Foto: SpaceX/AFP Photo
A SpaceX lançou nesta quarta-feira um foguete que já havia ido ao Espaço e o fizeram -com sucesso- a partir de uma plataforma alocada no oceano, como parte de seu esforço contínuo de reciclar caros componentes. Às 18h53 locais (19h53 de Brasília), o foguete Falcon 9 decolou de Cabo Canaveral, na Flórida, levando o satélite Echostar 105/SES-11.

O satélite foi elaborado para fornecer cobertura de televisão e capacidade de comunicação para América do Norte, Havaí, México e Caribe. Este é um satélite de "missão dupla", para o operador EchoStar, nos Estados Unidos, e para operador SES, em Luxemburgo.

Cerca de 10 minutos depois do lançamento, a maior parte do foguete, conhecida como primeiro estágio, retornou à Terra em um pouso controlado em uma base chamada "Of course I Still Love You", localizada no Atlântico. O foguete Falcon 9 "está estacionado na base", disse o comentarista da SpaceX, enquanto as imagens de vídeo mostravam a fumaça.

"Mais uma aterrissagem bem sucedida do primeiro estágio do Falcon 9", acrescentou. "Essa é a nossa 18ª aterrissagem bem-sucedida". O primeiro estágio do Falcon 9 lançado nesta quarta-feira já decolou anteriormente, em fevereiro, em uma missão de carga da Estação Espacial Internacional.

A primeira vez que a SpaceX usou um foguete reciclado foi em março deste ano. O lançamento desta quarta é a "terceira missão bem-sucedida de um voo comprovado de foguete de classe orbital", declarou a SpaceX no Twitter.

Este esforço é parte da intenção do CEO Elon Musk de tornar o voo espacial mais acessível e permitir viagens de foguete mais fáceis e econômicas, tanto de cidade em cidade na Terra como, eventualmente, no Espaço profundo.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.