• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Meteorologia Tempestade tropical Max se forma no Pacífico em frente ao México Tempestade deverá causar chuvas nos estados de Guerrero e Oaxaca, onde um terremoto deixou 78 feridos na semana passada

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 13/09/2017 21:46 Atualizado em:

A tempestade tropical Max se formou nesta quarta-feira no Pacífico em frente ao México, e deverá causar chuvas nos estados de Guerrero e Oaxaca, onde um terremoto deixou 78 mortos na semana passada. 

Às 22H00 GMT (19H00 em Brasília), Max se localizava a 185 km do balneário turístico de Acapulco, em Guerrero, e apresentava ventos sustentados de 65 km/h, segundo um boletim do Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC), com sede em Miami. 

O NHC disse que Max pode tocar terra em Guerrero na quinta-feira e causar fortes chuvas nesse estado e em Oaxaca, que tenta se recuperar do terremoto de 8,2 graus de magnitude que deixou 78 mortos nessa zona. 

O sismo também atingiu os estados de Chiapas e Tabasco, mas Oaxaca foi o mais devastado, com um total de 41 municípios afetados, segundo as autoridades. 

A Comissão Nacional de Água (Conagua) do México disse que há previsão de chuvas nos estados de Michoacán e Colima, que também têm costa no Pacífico. 

A Conagua recomendou à população e à navegação extrema precaução diante das chuvas, ventos e ondas esperados. 

Na semana passada, o furacão Katia atingiu a costa do México no Atlântico, e posteriormente se dissipou no centro do país sem causar maiores danos. 

No início de setembro, a tempestade tropical Lidia deixou sete mortos após sua passagem pelo estado de Baixa Califórnia do Sul, no noroeste do México. 

Por sua localização e ampla faixa costeira, no Pacífico e no Atlântico, o México é um dos países mais vulneráveis aos furacões.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.