• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
COLÔMBIA Colômbia lança PPP para resgatar barco naufragado com tesouro há 300 anos A nau espanhola "San José", carregada de riquezas provenientes do então Vice-Reino do Peru, naufragou em 8 de junho de 1708, após ser atingida por um tiro de canhão

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 14/07/2017 14:57 Atualizado em: 14/07/2017 15:04

Navio naufragou em 8 de junho de 1708, após ser atingida por um tiro de canhão - Foto: Governo Colômbia/Divulgação
Navio naufragou em 8 de junho de 1708, após ser atingida por um tiro de canhão - Foto: Governo Colômbia/Divulgação

A Colômbia lança nesta sexta-feira (14/7) uma convocatória a investidores estrangeiros interessados na concessão de resgate da nau "San José", naufragada carregando um tesouro de pedras preciosas, ouro e prata há três séculos, na costa de Cartagena das Índias, a caminho da Espanha. 
 
Numa audiência pública na cidade caribenha de Cartagena, foram estabelecimentos os requerimentos científicos e as condições legais para participar de uma Parceria Público Privada (PPP), por meio da qual o governo quer financiar o resgate da embarcação histórica. 

A nau espanhola "San José", carregada de riquezas provenientes do então Vice-Reino do Peru, naufragou em 8 de junho de 1708, após ser atingida por um tiro de canhão de um navio inglês durante a batalha de Barú, em frente às ilhas Rosário, em Cartagena. 

Em 5 de julho, o presidente Juan Manuel Santos anunciou que um investidor disposto a assumir todos os custos já apresentou uma proposta "que cumpre com os mais altos padrões científicos, tecnológicos e financeiros deste patrimônio cultural". 

Contudo, com a PPP eles poderão receber novas propostas, entre as quais será escolhida a melhor. A identidade do potencial investidor, o montante investido e a remuneração recebida ficarão em sigilo. 

A concessão deverá incluir a "construção de um laboratório de conservação de materiais e de um museu" para as peças recuperadas - a maior parte da estrutura do barco - explicou à AFP uma fonte do Ministério da Cultura que está à frente do processo. 

A nau, que inspirou lendas e romances (seu mito aparece em "O Amor nos Tempos do Cólera", de Gabriel García Marquez), foi localizada em novembro de 2015. A descoberta foi qualificada por Santos como "o tesouro mais valioso já encontrado na história da humanidade". 

A embarcação foi localizada graças a um arqueólogo que investigou ao longo de mais de 40 anos a história do "San José" e encontrou um mapa na biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, em Washington, contou o presidente há uma semana. 

As autoridades colombianas não divulgaram o valor das riquezas do "San José", mas cálculos de especialistas em 1980 estimam que o tesouro valha cerca de 10 bilhões de dólares. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.