• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
AMEAÇA NUCLEAR Coreia do Norte liga suas ameaças nucleares à política hostil dos EUA com o país Ryong descartou as alegações de que a Coreia do Norte estava por trás dos recentes ataques hackers globais

Por: Agência Estado

Publicado em: 19/05/2017 15:27 Atualizado em:

O embaixador da Coreia do Norte nas Nações Unidas, Kim Ryong, disse que o país fortalecerá rapidamente sua capacidade de ataque nuclear caso os Estados Unidos mantenham sua "política hostil" em relação ao país.

Ryong também descartou as alegações de que a Coreia do Norte estava por trás dos recentes ataques hackers globais, chamando as afirmações de "ridículas". Segundo ele, "sempre que algo estranho acontece, é o estereótipo dos EUA e das forças hostis" lançar uma campanha ligando a Pyongyang.

Em uma entrevista coletiva nesta sexta-feira, Ryong afirmou que se o governo de Donald Trump deseja a paz na Península Coreana, ele deve substituir o acordo do armistício da Guerra da Coreia, entre 1950 e 1953, por um acordo de paz e suspender sua política contrária a Pyongyang.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.