• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Conflito Bombardeios turcos contra Al Bab deixam 9 mortos Al Bab, último reduto do Estado Islâmico na província de Aleppo, é o principal alvo de uma ofensiva conjunta do exército turco e dos rebeldes sírios

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 17/02/2017 11:10 Atualizado em:

Nove civis morreram em bombardeios turcos contra a cidade de Al Bab, ao norte da Síria, reduto do grupo extremista Estado Islâmico (EI), afirmou nesta sexta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Entre os mortos há três mulheres vítimas da artilharia turca, indicou o OSDH.

Por sua vez, a Turquia informou sobre a morte de "13 terroristas" nos bombardeios da artilharia e da aviação contra "dezenas de posições do EI", sem mencionar vítimas civis, indicou a agência oficial turca Anadolu.

"Nas últimas 48 horas, os ataques aéreos e os bombardeios da artilharia mataram 45 civis, entre eles 18 crianças e 14 mulheres", disse à AFP o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahmane.

As forças turcas entraram há uma semana em Al Bab, cidade de 100.000 habitantes. Foto: AFP SALEH AL-OBEIDI
As forças turcas entraram há uma semana em Al Bab, cidade de 100.000 habitantes. Foto: AFP SALEH AL-OBEIDI


Al Bab, último reduto do Estado Islâmico na província de Aleppo (norte da Síria), é o principal alvo de uma ofensiva conjunta do exército turco e dos rebeldes sírios.

A ofensiva forma parte da operação "Escudo de Eufrates" das Forças Armadas turcas que tem por objetivo expulsar o Estado Islâmico e as forças curdas das zonas fronteiriças da Síria com a Turquia.

As forças turcas entraram há uma semana em Al Bab, cidade de 100.000 habitantes.

Grande parte da cidade está "sob controle" turco, declarou nesta semana o primeiro-ministro da Turquia, Binali Yildirim.

No entanto, o OSDH apontou que os turcos não haviam avançado muito na cidade, onde os extremistas resistem.

O Estado Islâmico também precisa enfrentar a ofensiva do exército sírio que, com o apoio da aviação russa, avança rumo a Al Bab a partir do sul.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.