• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Moda Com modelo plus size e trans, desfile de carnaval defende diversidade na moda Evento será realizado na noite desta quinta-feira, na Torre Malakoff

Por: Eduarda Fernandes

Publicado em: 16/02/2017 08:33 Atualizado em: 16/02/2017 15:43

Onze marcas pernambucanas participarão do desfile. Foto: Jan Ribeiro/Divulgação
Onze marcas pernambucanas participarão do desfile. Foto: Jan Ribeiro/Divulgação

O uso da moda como instrumento para dar visibilidade e representatividade a grupos em geral desprezados pelo universo fashion é um dos nortes da 7ª ExpoCarnaval, promovida nesta quinta-feira (16), a partir das 19h30, pela Secretaria de Cultura de Pernambuco e pela Fundarpe. Sob o tema Todxs na Moda: Gente é pra brilhar e boneco também, serão apresentadas coleções da folia de 11 marcas pernambucanas, com peças que contemplem todos os tipos de corpos e gostos. Entre os nomes da noite, estão a modelo plus size Sabrina Souza, a militante trans Maria Clara de Sena, as atrizes Hermila Guedes e Nínive Caldas, os músicos Almério, Vanessa Oliveira, Romero Ferro e o homenageado do carnaval do Recife, Almir Rouche. O desfile terá a participação de dez bonecos gigantes de Olinda. Mulher do Dia, Maria Batalhão e Menino da Tarde estão entre os selecionados para a passarela sob novo figurino, produzido pelo bonequeiro Silvio Botelho.

Para o cantor Romero Ferro, o carnaval é uma ótima oportunidade de celebrar a inclusão e a diversidade. “É muito bom a gente se juntar em uma época do ano como o carnaval, quando as pessoas saem de casa para tentar deixar as mágoas para trás. E é isso que a gente vai fazer lá, mostrando pessoas de vários tipos, de vários segmentos e pensamentos, todas juntas, de coração aberto. É um diálogo importante, a gente precisa, mais do que nunca, quebrar os estereótipos e moldes que são colocados”, contou o artista. Ele fará uma apresentação especial no show da banda Mamelungos, ao lado de Vanessa Oliveira e Almério. O evento contará ainda com a DJ Lala K.

Para Carla Lima, da grife Abacaxi de Praia, uma das marcas com desfile no evento, a moda não pode existir sem a diversidade. "Nossas peças, por exemplo, não são o tipo de roupa produzida em série. Cada peça é diferente, inspirada em pessoas reais, para pessoas reais", conta. Já na Aladê, o foco é a neutralidade de gênero. "Nossas peças não têm modelagem feminina ou masculina. São tecidos e cortes que caem bem em qualquer um", conta Cristiano Brito.

Também integram o desfile as marcas Alalaô, Banana Split, Carnavalizei, Contém Glitter, Coreto, Rainha da Cocada, Território Lamparina, Vitalina e Xuruca Pacheco. Todas as peças estarão à venda no local, com preços que vão de R$ 15 a R$ 200. A entrada é gratuita e o espaço contará também com os food trucks Clandestino Café e Dona Til.

Acompanhe o
Viver no Facebook:



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.